Nova Europa é uma cidade paulista com cerca de 10 mil habitantes que vive basicamente do cultivo da cana para posterior transformação em álcool combustível e açúcar.
Apesar de sua origem européia, principalmente da Áustria, hoje sua população é formada principalmente de novos imigrantes de todos os estados brasileiros que vieram para o trabalho na lavoura, que acabaram ficando, e trazendo suas famílias.
É uma população jovem e que tem aspirado por trabalho mais nobre e mais rentável.
Nova Europa tem visto as suas visinhas despontarem econômica e comercialmente e assim, tem sido fornecedora de mão de obra jovem para o comércio e a indústria da região, fazendo com o seu crescimento vegetativo seja relativamente pequeno.
A cidade de Gavião Peixoto vem se destacando com a presença de importantes fábricas de tecnologia aeronautica; Tabatinga tem se despontando significativamente na produção de bichos de pelúcia e enchovais para crianças; Ibitinga já há muitos anos, é a capital do bordado artesanal e dos enchovais para recém casados; Jaú é a capital do calçado feminino; Borborema tem crescido por conta do turismo voltado para a pesca e o laser ribeirinho às margens do já despoluído Rio Tietê; só para citar algumas cidades da nossa região.
Nuvem de tags: administração-pública-governo-municipal-habitantes-zona-rural-economia-urbana-interior-paulista-água-tratada-coreto-praça-câmara-vereador-fazenda-itaquerê-população-demográfica-novaeuropense-taxa-iptu-lei-orgânica-expediente-prefeitura-verbas-educação-culturais-núcleos-coloniais-1907-igreja-terras-ferrovia-jogador-Ney-posto-saúde-comércio-local
   
 Nova Europa
 Araraquara
 Feira de Profissões
 Profissionais Liberais
 Artigos
 Jornais e Revistas
 Fale Conosco
 Mapa do Sítio
 Caminho Suave
 Colaboradores
coeducar-em-graficos
Cache Em Araraquara .com.br
Sítio da Semana
site-da-semana
Fotos curiosas da Internet

grafico-do-dolar-em-relacao-ao-real
Palavra do Dia


O Imposto, o Leão e a Godiva
Curiosidades sobre o imposto

 

A parte do leão

O leão identifica a Receita Federal. Isso tem a ver com fábulas desde a antiguidade, em que o "rei dos animais" nunca partilhava seu banquete com os colegas de caça, como a raposa, o lobo e o chacal. Essa fama negativa do felino ajudou a criar expressões como "contrato leonino", ou seja, aquele em que só uma das partes leva vantagem. Daí imposto ser visto com "mordida do leão".

Imposto de escravo

O brasileiro já pagou imposto por um motivo nada nobre. No século 18, quem era dono de um escravo era obrigado a recolher uma determinada quantia ao governo. Isso ocorria principalmente no uso de negros na mineração. Essa lei durou 15 anos no país, entre 1735 e 1750. No Rio, a polícia cobrava dos donos de escravos uma taxa para dar um corretivo (100 açoites) nos "desobedientes".

Nudez como protesto

Para reclamar dos elevados impostos cobrados da população, a mulher de um conde da Inglaterra do século 11 fez um protesto inusitado. Lady Godiva ficou nua e cavalgou pelas ruas de Coventry, um cidade do Reino Unido. Conta a lenda que o povo evitou constranger a dama, trancando-se em casa. O marido de Lady Godiva acabou reduzindo os impostos.

Imposto de lareira

Quem tem lareira em casa paga imposto. É o que acontecia lá na Inglaterra, no século 17. O chamado "imposto de lareira" era considerado um sucesso pelas autoridades, porque a comunidade era pequena, e ninguém sonegava. Realmente, era difícil enganar o governo, porque os fiscais contavam nos dedos o número de chaminés existentes.

Enviado por José Antonio em 02 de março de 2010

direito-de-viver-hc-de-barretos
Doe para o HC de Barretos

Início das Aulas da Uniara

Uniara informa que o início das aulas para os calouros de todos os cursos, exceto para os de Medicina, será no dia 29 de fevereiro.

Veja em Aulas para os Calouros.







desde-05-03-2008 rss-icon
diga-nao-ao-ms-internet-explorer
Melhor com
Firefox ®
download-firefox-4

centenario-fm-tabatinga uniara-fm-araraquara antena-1-fm itaquere-fm-nova-europa
radio-107,7fm-itapolis