O Imposto, o Leão e a Godiva
Curiosidades sobre o imposto

 

A parte do leão

O leão identifica a Receita Federal. Isso tem a ver com fábulas desde a antiguidade, em que o "rei dos animais" nunca partilhava seu banquete com os colegas de caça, como a raposa, o lobo e o chacal. Essa fama negativa do felino ajudou a criar expressões como "contrato leonino", ou seja, aquele em que só uma das partes leva vantagem. Daí imposto ser visto com "mordida do leão".

Imposto de escravo

O brasileiro já pagou imposto por um motivo nada nobre. No século 18, quem era dono de um escravo era obrigado a recolher uma determinada quantia ao governo. Isso ocorria principalmente no uso de negros na mineração. Essa lei durou 15 anos no país, entre 1735 e 1750. No Rio, a polícia cobrava dos donos de escravos uma taxa para dar um corretivo (100 açoites) nos "desobedientes".

Nudez como protesto

Para reclamar dos elevados impostos cobrados da população, a mulher de um conde da Inglaterra do século 11 fez um protesto inusitado. Lady Godiva ficou nua e cavalgou pelas ruas de Coventry, um cidade do Reino Unido. Conta a lenda que o povo evitou constranger a dama, trancando-se em casa. O marido de Lady Godiva acabou reduzindo os impostos.

Imposto de lareira

Quem tem lareira em casa paga imposto. É o que acontecia lá na Inglaterra, no século 17. O chamado "imposto de lareira" era considerado um sucesso pelas autoridades, porque a comunidade era pequena, e ninguém sonegava. Realmente, era difícil enganar o governo, porque os fiscais contavam nos dedos o número de chaminés existentes.

Enviado por José Antonio em 02 de março de 2010