Cidades no Caminho da Sustentabilidade

Esta não é uma lista das 15 cidades mais verdes da Terra e alguns dos lugares citados ainda tem um longo caminho a percorrer para a sustentabilidade. O que as coloca aqui são os impressionantes avanços em termos de ecologia e a intenção de ajudar seus habitantes a viver de uma forma mais saudável.

1- Reykjavik - Islândia

A capital da Islândia é um exemplo de cidade que está a caminho da sustentabilidade. Todos os ônibus são movidos a hidrogênio e há uma rígida política de incentivo ao uso do transporte público. Além da cidade de nome quase impronunciável, todo o país é abastecido quase exclusivamente por fontes renováveis de energia e tem o compromisso de se tornar, até 2050, livre de combustíveis fosséis. O prefeito da cidade tem por meta tornar Reykjavik a cidade mais limpa da Europa.

2 - Portland - Oregon / USA

A Cidade das Rosas, como é conhecida, é um exemplo de planejamento urbano e uma das cidades mais verdes que há para se viver. Foi a primeira cidade a aprovar um plano global para reduzir as emissões de CO2 e tem políticas agressivas para incentivar as construções ecologicamente corretas. Os meios de transporte público ajudam muito a retirar milhares de carros das ruas e a cidade orgulha-se dos 92.000 hectares de espaços verdes e mais de 120 quilômetros de ciclovias e trilhas.

3 - Curitiba, Brasil

Com um sistema de transporte público invejável a outras metrópoles, Curitiba é um oásis em meio às capitais brasileiras. O sistema integrado de transporte de massas foi aclamado como um dos melhores do mundo, apesar de vir sofrendo com o excesso de carros particulares nas ruas. Curitiba tem a impressionante marca de 180 metros quadrados de área verde por habitante e, de acordo com pesquisas, 99% de sua população está contente com a cidade em que vive.

4 - Malmö, Suécia

Conhecido por seus extensos parques e áreas verdes, a cidade de Malmö, terceira maior cidade da Suécia, é um modelo de desenvolvimento urbano sustentável. Com o objetivo de tornar a cidade uma "ekostaden" (eco-cidade), vários bairros já foram transformados usando design inovador com alternativas sustentáveis. O incentivo ao uso da bicicleta e o extenso sistema de transporte público torna a cidade ainda mais verde.

5 - Vancouver - Canadá

Situada entre as montanhas e o mar, a cidade de Vancouver é um paraíso para os amantes da natureza. Com 90% de sua energia proveniente de fontes renováveis (hidroelétrica, eólica e solar), a cidade promete, em poucos anos, zerar a utilização de combustíveis fosséis. A área metropolitana possui 200 parques e mais de 18 km de rio e vem desenvolvendo políticas sérias para alcançar o índice de cidade 100% sustentável.

6 - Copenhague, Dinamarca

Com um grande parque eólico gerador de energia e uma imensa população que se locomove apenas em bicicletas, Copenhage é um sonho verde. A cidade acaba de inaugurar um novo sistema de metrô, o que tornou o trânsito ainda mais eficiente. A cidade ganhou recentemente o Prêmio Europeu de Gestão Ambiental pela limpeza das vias públicas e o planejamento ambiental a longo prazo.

7- Londres, Inglaterra

Desde o Plano de Ação para as Mudanças Climáticas, a capital da Inglaterra vem inovando e se tornando mais verde. De acordo com o plano, Londres vai mudar 25% de sua energia para fontes renováveis e cortas as emissões de CO2 em 60% nos próximos 20 anos. Há também um plano de incentivo para os habitantes renovarem e melhorarem a eficiência energética de suas casas. A cidade também já fixou altos impostos sobre o transporte pessoal para limitar congestionamentos na zona central da cidade, além de políticas de incentivo aos veículos elétricos, híbridos e SUVs.

8 - San Francisco, Califórnia, USA

Quase metade de todos os moradores de São Francisco andam de transporte público, à pé ou de bicicleta diariamente e mais de 17% da área total da cidade é reservada a parques e espaços verdes. São Francisco também é líder nas construções certificadas (LEED), com mais de 70 projetos registrados. Desde 2001, a cidade abriu uma grande linha de financiamento para a criação de painéis solares, turbinas eólicas e para a melhoria da eficiência energética. Foi a primeira cidade do mundo a proibir sacos plásticos não-recicláveis e brinquedos que contenham produtos químicos.

9 - Bahía de Caraquez, Equador

Depois de sofrer graves danos devido a catástrofes naturais no final da década de 90, o governo municipal se uniu a entidades não-governamentais para a reconstrução da cidade de um modo a torná-la mais sustentável. Foi declarada uma "Cidade Ecológica" em 1999, por causa de seus programas para proteção da biodiversidade, replantio de áreas desnudas e controle da erosão. Se tornou um grande destino do ecoturismo e hoje em dia conta com um programa de compostagem de resíduos orgânicos nos mercados públicos.

10 - Sydney, Austrália

Sidney foi a primeira cidade do mundo a incentivar a troca das lâmpadas comuns pelas fluorescentes. Além da iniciativa do Earth Hour (publicada aqui), Sidnei também tem políticas rígidas em busca da neutralidade de carbono, tecnologias inovadoras de eliminação de resíduos e incentivo ao transporte público. É chamada de cidade da Esmeralda devido a grande área verde que possui.

11 - Barcelona, Espanha

Reconhecida como "amiga do pedestre", Barcelona tem a incrível marca de 37% das pessoas só andarem à pé, além de ter um transporte público bastante eficiente. Barcelona é um modelo de futuro da Europa. É reconhecida como uma "cidade líder" devido à regeneração urbanística, reduzão da pobreza e altos investimentos em energia renovável. Uma cidade a caminho da sustentabilidade.

12 - Bogotá, Colômbia

Conhecida mundialmente pela criminalidade e pela injustiça social, Bogotá está dando um exemplo de que é possível reverter situações desesperadoras. Com um trânsito caótico e quase sem nenhum incentivo ao transporte público até 1998, a capital da Colômbia mudou muito. Hoje em dia Bogotá possui um dos mais acessíveis e sustentáveis sistemas de tansporte das cidades do hemisfério Sul. A forte política de revitalização dos espaços verdes da cidade e da melhoria da qualidade de vida dos habitantes fez Bogotá ter um plano audacioso: eliminar o uso dos carros particulares nas ruas até 2015.

13 - Bangkok, Thailândia

Bangkok parece ter um futuro brilhante. Desde o anúncio de sua política de "5 anos verdes", que inclui a conscientização dos habitantes, o uso do biodiesel, a redução das emissões de CO2 dos veículos e a melhoria da eficiência energética, a cidade tailandesa fez progressos notáveis. Com grande investimento na área ambiental, Bangkok ainda tem muito a melhorar, mas a iniciativa é louvável.

14 - Kampala, Uganda

A cidade de Kampala não é diferente das grandes metrópoles emergentes do mundo. Os desafios enfrentados são os mesmos, mas as atitudes tomadas parecem estar indo na direção certa. Originalmente construída sobre sete colinas, Kampala tem orgulho de seu entorno, mas sofre com a poluição e a pobreza. A introdução de um sistema eficiente de transporte público e taxas pesadas para o uso do carro vem diminuindo a emissão de CO2. Outra grande iniciativa foi a revolução do sistema alimentar local (, que tornou a cidade mais limpa e um lugar mais sustentável para morar.

15 - Austin, Texas, E.U.

A cidade de Austin está prestes a atingir 20% das suas necessidades de eletricidade (energia solar) através da utilização de energias renováveis e de eficiência energética até 2020. Austin também dedica 15% dos seus terrenos para parques e outros espaços abertos, além de ter 52km de ciclovias e uma ambiciosa política para se tornar um oásis verde no estado do Texas.

E a sua cidade? Há alguma política em curso em busca da sustentabilidade?

Fonte: www.grist.org

Postado em: 15 de Dezembro de 2008 por Flávio Vieira

Artigo original em www.energiaeficiente.com.br
Localizado pelo Google com as palavras chaves: "energia eficiente"
Acesso em: 25 de dezembro de 2008, 10:32

(\\\)))